Juris Poiesis, Vol. 20, No 22 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Insurreição pós-colonial: novos paradigmas historiográficos para reconstrução dos direitos humanos

Henrique Weil Afonso, Arthur Magalhães Costa

Resumo


A partir do que se consegue extrair das anotações históricas e circunstâncias que fomentaram os modelos contemporâneos dos Direitos Humanos e do Direito Internacional, percebe-se que, em que pesem pretensamente progressistas, planificadores, triunfalistas e evolucionistas, são construídos sob fundações que diante da repressão sistêmica, acabam profundamente silenciadas. O presente trabalho procurará problematizar certos aspectos das disciplinas encartadas, se servindo de marco teórico desconstrutivo e propositivo, abalizado na crítica descolonial/pós-colonial. Para tanto, buscar-se-á sob égide de tais influências, esmiuçar fenômenos históricos e debates que se voltem para identificar e confrontar o olhar dominante eurocêntrico, trazendo ao debate perspectivas heterogêneas, pelo ponto de vista do outro, do “bárbaro” e do excluído, em contraste ao opressor panorama desenvolvimentista,tudo de modo a permitir a insurgência e o resgate de pontos de vistas contrários ao pensar dominante. 


Texto Completo: PDF

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.